sexta-feira, 10 de julho de 2009

ATÉ LOGO

Gentem finalmente chegou a hora, parto amanhã cedo para Fortaleza, estou planejando essa viajem a um ano, foi se construindo aos pouquinhos e agora poucas horas me separam do início dela!! Tenho certeza de que será uma maravilhosa aventura!!
Além de Fortaleza vou visitar também Natal e se der chego a Hellcife, minha apresentação no congresso será na terça-feira às 10 da manhã, quem lembrar manda energias positivas ok?!
Então vou passar 10 dias sem net, blog paradinho, e também sem visitar meus aventureiros amigos. Assim que voltar posto tudo por aqui e ponho o final da história do ultimo post, promessa.

BJOKs meu povo.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

UM DIA ...

Andando por uma rua em busca de inspiração para seu novo mural de desejos estava Corine, uma olhadela em volta a certificou de que estava no rumo certo: a rua movimentada a inspirava, as pessoas, a multiplicidade estética e visual a motivava a continuar. Naquela tarde de primavera a rua estava especialmente colorida e isso a agradava muito "porque faz isso?" lhe perguntara seu irmão, "porque quero" respondera, para ela o mais importante era viver seus sonhos e realizar seus desejos, e naquele momento o que queria era encontrar algo que lhe inspirasse, que lhe norteasse e fizesse seus dias mais alegres. Sabia o quanto as pessoas a inspiravam sempre as observara, desde sempre se acostumara a assistir a vida das outras pessoas até perceber que precisava se focar mais na sua, e por esse motivo estava ali, queria algo com que se identificar, ou não, com o que via, era uma espécie de exercício para sua mente e seu espírito, e estava gostando.Quando saiu de casa naquele dia prometera para sí mesma que cumpriria a promessa que se fizera a alguns dias quando lera em um artigo que exercitar a criatividade ajudava a se sentir mais realizado e resolvera, embora desconfiada em certa medida, fazer as atividades propostas no artigo. E ali estava como exploradora das atitudes alheias, sentiu vergonha por isso, mas a proposta não era dela só estava seguindo um roteiro, hum...não se convencera "não sou uma boa argumantadora"pensou, mas varreu esse pensamento para fora de sí na mesma hora, e riu de sí por estar péla primeira vez discutindo mentalmente consigo mesma em publico, riu disso também. Parou, observou novamente e percebeu que tinha chegado a uma praça, ali, logo a sua frente, um casal de velhinhos sorria de algo....
Qual será o final dessa história?

quarta-feira, 1 de julho de 2009